17/09/2018

Como funciona a parte interna de um aerogerador?

Brasil possui mais de 6.600 turbinas em operação

Talvez você já tenha se deparado, mesmo que à distância, com os enormes aerogeradores responsáveis pela geração de energia eólica. No Brasil, existem mais de 6.600 em operação dentro dos 534 parques espalhados pelo país, de acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica). Mas você sabe como funcionam essas turbinas eólicas?

Responsáveis pela transformação dos ventos em energia elétrica, esses equipamentos possuem componentes externos bastante evidentes: torre, nacele, rotor, anemômetro e, claro, as pás.

Na parte interna, dentro da nacele (elemento da turbina que fica sobre a torre), outros componentes fundamentais compõem o equipamento e fazem com que ele funcione de forma eficiente. Confira quais são e suas funções:

Eixo rápido: transmite a rotação da caixa de engrenagens ao gerador;

Gerador: responsável por transformar a rotação e o torque em energia elétrica;

Caixa de engrenagens: aumenta a rotação que vem do eixo lento;

Eixo lento: transmite a rotação do rotor para a caixa de engrenagens;

Sistema de yaw: orienta a direção em que a nacele deve permanecer apontada com relação ao vento;

Sistema de frenagem (freio): freia o drivetrain – parte composta pelo eixo lento, caixa de engrenagens e eixo rápido –  mecanicamente, eletricamente ou hidraulicamente em casos de emergência.

Sistema de arrefecimento: resfria o gerador;

Sistema de pitch: localizado no rotor, é encarregado de controlar o ângulo de ataque das pás.

Para transformar a energia cinética em elétrica, a ação dos ventos faz com que apareça uma força aerodinâmica nas pás, que realizam um movimento de alavanca (torque) no rotor, fazendo-o girar. A partir disso, o sistema rotativo aciona o drivetrain. Depois desse processo, a energia elétrica transmitida pelos cabos de potência ao longo da torre é injetada na rede elétrica dos complexos eólicos e segue para o Sistema Interligado Nacional (SIN).

O controle desses equipamentos é automatizado e sua operação é realizada por operadores treinados e amplamente qualificados. E tudo é acompanhado em tempo real pelos centros de operação.

Confira na imagem a versão simplificada e ilustrativa dos componentes externos (em amarelo) e internos (em vermelho) de um aerogerador: