21/06/2018

Complexo Eólico em PE recebe aporte de títulos verdes do BNDES

Valor contratado é de mais de R$ 600 milhões

Em maio, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou seu primeiro Relatório Anual Green Bond, que registra o Complexo Eólico Ventos de São Clemente, localizado em Pernambuco, como um dos oito projetos eólicos contemplados. Os Green Bonds, também chamados de “títulos verdes”, são direcionados exclusivamente a projetos comprovadamente sustentáveis.

No documento constam os resultados da ação iniciada há cerca de um ano, quando a instituição captou mais de 3 bilhões de reais em “títulos verdes” no mercado internacional e se tornou pioneiro nesta iniciativa no Brasil.

Durante o processo seletivo, uma auditoria especializada em questões socioambientais analisou todos os procedimentos do empreendimento para se certificar de sua adequação à legislação brasileira e ao licenciamento ambiental. Os projetos são aprovados pela Diretoria do BNDES.

Respondendo positivamente a todas as checagens, o Complexo Eólico Ventos de São Clemente recebeu o segundo maior aporte – aproximadamente R$ 658 milhões. Com 216 MW de potência instalada, o empreendimento é responsável por reduzir, anualmente, quase 73 mil toneladas de CO2 que são despejados na atmosfera, contribuindo efetivamente para o alcance nacional das metas climáticas.

Segundo a CFO da Echoenergia, Lara Fenolio, isso só vem a confirmar a responsabilidade socioambiental da companhia e seu reconhecimento no segmento de energia eólica. “Investimos fortemente na comunicação com o mercado, demonstrando a qualidade dos nossos ativos e fomentando o interesse dos atores da área financeira para darem suporte aos nossos projetos”, explica a executiva.

Dessa forma, a empresa fortalece cada vez mais sua posição como um dos maiores e mais eficientes players do mercado.

Clique aqui e confira na íntegra o primeiro Relatório Anual Green Bond do BNDES.