18/08/2020

Echoenergia alcança 1 GW de potência instalada no Nordeste

Projeto Serra do Mel I é concluído com antecedência e Echoenergia alcança 1 GW de potência […]

Projeto Serra do Mel I é concluído com antecedência e Echoenergia alcança 1 GW de potência instalada

 

A conquista de 1 GW de potência instalada da Echoenergia foi possível graças à conclusão das três fases das obras no cluster Serra do Mel I. Composto por três complexos, sendo eles o Echo 3, Echo 6 e Echo 7, cada um foi entregue com um mês de antecedência e já está operando comercialmente. O empreendimento construído no extremo noroeste do Rio Grande do Norte é o primeiro voltado para o Ambiente de Contratação Livre (ACL). Com a celebração dos contratos de venda de energia em larga escala a longo prazo, firmados ainda no início de 2018, a Echoenergia tornou-se a empresa pioneira no mercado livre.

 

“A marca de 1 GW é uma importante conquista para a Echoenergia, que nos coloca entre as maiores empresas de geração de energia eólica do país. Alcançamos esse resultado graças a uma estratégia de crescimento muito bem elaborada e fortemente embasada em conjunto com sólidos parceiros. E não vamos parar por aí: o nosso próximo desafio, já com contratos assinados, é o cluster de Serra do Mel II, com 206 MW de capacidade instalada e previsão de entrega em 2021”, afirma Edgard Corrochano, CEO e membro do conselho de administração da Echoenergia.

No total, o novo cluster terá 273 MW de potência instalada e distribuída em oito parques, que vão contar com a implantação de 65 turbinas Vestas V150-4.2. Com isso, Serra do Mel I será capaz de gerar 1.465GW/h por ano, o que equivale a uma produção suficiente para atender 765 mil residências, com base no consumo residencial médio de 159.1 kWh/mês. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou que três turbinas já iniciassem seus testes no fim de maio.

“As turbinas V150-4.2 MW possuem um diâmetro de rotor de 150 metros e altura de Nacelle de 123 metros. A altura máxima da turbina é de 198 metros, o que equivale em média a um prédio de 66 andares. É uma das maravilhas da engenharia com aplicação de tecnologias avançadas de materiais compósitos, mecânica de precisão e automação”, destaca Liu Aquino, COO da Echoenergia.

Cuidados durante a pandemia

Mesmo durante o período de pandemia as obras puderam continuar com alta performance, graças à adoção de todas as recomendações de segurança e sanitização da Organização Mundial da Saúde (OMS). Como resultado, não houve nenhuma contaminação durante as obras, que somaram mais de 1,3 milhão de horas e geraram cerca de 800 empregos diretos, usando a força de trabalho local.

O início da operação comercial do cluster Serra do Mel I está previsto para outubro de 2020, e contou com o suporte financeiro do Banco do Nordeste (BNB).

Conheça melhor cada complexo:

Echo 3

Echo 6

Echo 7