20/09/2019

Echoenergia prepara comunidades para autonomia

Programa de capacitação ensina práticas socioambientais, associativas e solidárias

O Projeto de Associativismo e Cidadania oferece suporte a comunidades de Lagoa Nova, no Rio Grande do Norte, estado sede de complexos eólicos da Echoenergia. O programa consiste na capacitação de 16 organizações comunitárias para que atuem de forma autônoma, deliberativa e independente da interferência político-partidária na busca de melhorias para a região. 

Para isso, foi elaborado um plano de ação com o propósito de “sensibilizar e capacitar as pessoas em práticas socioambientais, associativas e solidárias que favoreçam o crescimento e o desenvolvimento dos grupos de base na luta permanente por políticas públicas sustentáveis”, conta Saywky Sam de Medeiros, Assistente Social do SEAPAC, instituto parceiro da Echoenergia. 

Reuniões nas comunidades, para apresentar a proposta e a metodologia de trabalho,  aconteceram na primeira etapa do projeto. Oportunidade em que a empresa pôde ouvir de perto os relatos das famílias sobre as potencialidades e fragilidades vividas na zona rural abrangida. “Nossa perspectiva é que o diagnóstico possa ser uma importante ferramenta de intervenção na construção de planos municipais e implantação de políticas públicas”, conta o Assistente Social.

Com foco na propagação de uma política pública que assegure a promoção integral das famílias, de suas organizações e comunidades, foram realizados 20 cursos, de 24 horas ao total, sobre Gestão Associativa. Cerca de 180 pessoas participaram dos módulos sobre princípios históricos e organizacionais do associativismo; questões jurídicas e legais; e aspectos financeiros, tributários e fiscais de uma associação.

Em paralelo aos cursos, 40 jovens aproximadamente participaram do “Juventude e direito a vida sem violência”,  evento realizado pelo SEAPAC com ajuda da prefeitura, em uma comunidade rural do município de Jucurutu, também no RN. O resultado dessa atividade educacional foi tão positivo, segundo Saywky, que adolescentes de Lagoa Nova se empolgaram e já planejam novas atividades conjuntas com o Projeto de Associativismo e Cidadania.

Agora, no mês de setembro, também acontecerão mais três intercâmbios e três oficinas de educação ambiental. Neles, aproximadamente 60 pessoas, entre membros do Fórum de Associações Rurais e Agricultores familiares, irão participar de uma troca de saberes baseados nos princípios agroecológicos, voltados à preservação da natureza e convivência com o semiárido.

Confira as fotos de reuniões e cursos realizados pelo programa: