07/12/2018

Energia eólica alcança patamar de Itaipu

Brasil ultrapassa a marca de 14 GW na fonte

Mais um marco histórico do Brasil no setor. Atualmente, o país soma 14,34 GW de capacidade instalada de energia eólica, com 568 parques e mais de 7.000 aerogeradores em funcionamento. Este número equivale à capacidade da maior hidrelétrica do país, a binacional Itaipu, comprovando uma matriz energética nacional pluralizada.

São 12 estados produtores, sendo o Rio Grande do Norte o líder com 3,95 GW. Em seguida, vem a Bahia, com 3,5 GW e, em terceiro lugar, o Ceará, com 2 GW.

O crescimento constante é resultado de grandes investimentos – só nos últimos cinco anos, foram mais de R$ 48 bilhões.

Segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, nos primeiros oito meses deste ano, as eólicas foram responsáveis por gerar 19% a mais de energia do que no mesmo período do ano passado. Já entre os meses de junho a novembro, período conhecido como “safra dos ventos”, a fonte chegou a atender 14% da demanda do país e mais de 70% da região Nordeste, em alguns dias.

Todos estes números revelam que o mercado movido pela força dos ventos está em constante progresso e contribui com o desenvolvimento socioeconômico do país de forma sustentável.

A perspectiva é de que, até 2024, sejam instalados mais de 4,46 GW em 186 novos parques eólicos, atingindo a marca de 18,8 GW.

A Echoenergia tem orgulho de contribuir ativamente para este resultado expressivo do país, com seus 700 MW em operação e 198 MW em construção.