23/07/2019

Manutenção aliada à performance de aerogeradores

Time qualificado e softwares de ponta maximizam desempenho de parques eólicos

De olho na alta produtividade de seus empreendimentos, a Echoenergia investe em tecnologias de ponta. Entre elas, estão turbinas de última geração. É o caso do modelo V90 – com potência nominal de 3.0 MW, em atividade nos Parques Eólicos Pedra do Reino I e III, na Bahia – e do V150 – de 4.2 MW, futuramente implantado no Parque Serra do Mel, com operação prevista para 2020 no Rio Grande do Norte -, que será o maior aerogerador onshore em operação do Brasil.

 Manter o bom funcionamento desses equipamentos é imprescindível para a geração eficaz de energia limpa. Sabendo disso, a Echoenergia conta com um time de engenheiros e técnicos qualificados, processos de supervisão das atividades e performance dos equipamentos, procedimentos de inspeção bem definidos, check lists robustos e atualizados, assim como um processo de melhoria contínua.

A manutenção dos aerogeradores ocorre em duas etapas, de acordo com as boas práticas do mercado: a manutenção preventiva semestral e a manutenção preventiva anual. Nessas, são realizadas as limpezas, lubrificações, conferências de torque, troca de consumíveis (baterias, escovas dos geradores, lubrificantes etc.), inspeções externas e internas de pás, inspeções das torres e nacelle. Em caso de falhas, são realizadas manutenções corretivas – não programadas – para repará-las rapidamente e dar continuidade à geração. 

Softwares especializados são utilizados nessas atividades. Para a performance, uma ferramenta possibilita a captura de dados base dos fabricantes de aerogerador para uma única plataforma, com informações uniformes para esse acompanhamento. Como resultado, há redução de tempo de parada das máquinas, desvios na curva de potência e aumento de eficiência operacional geral dos sites. 

Já no software de manutenção, todas as ações são programadas e liberadas. Com ele, há o controle da programação e execução das atividades dentro do prazo estipulado pelo fabricante, além de termos de registros estatísticos referentes às falhas de equipamentos.

O Centro de Operação da Geração da Echoenergia foi o primeiro do Brasil a possuir um servidor backup na nuvem, trazendo ganhos em confiabilidade e disponibilidade do sistema de supervisão e controle, que garantem a segurança operacional dos ativos em operação da empresa. A integração de todos os ativos em uma única plataforma é feita através de um software que evita a necessidade de acesso a sistemas Scada diferentes, mitigando falhas por diferenças nos sistemas de controle dos mesmos.

Segurança, redução de gastos e de perdas de geração são consequência de um acompanhamento contínuo e eficiente. “Problemas inesperados surgirão e a resolução normalmente é bem mais cara que a execução de manutenções preventivas programadas, além do risco para as pessoas e equipamentos”, conta Davi Girão Albuquerque de Paula, Maintenance Coordinator, responsável pela manutenção dos aerogeradores da Echoenergia, que transformam vento em futuro sustentável para o país. 

 Confira as fotos: